Skip to content

Berna. A aconchegante capital da Suiça

Posted by Bia e Euzébio - 2 de outubro de 2011 - Bern - Berna, Suiça

Descemos de carro de Paris, pela estrada A6 (580 Km) e fomos passeando pelas belas paisagens com lagos e montanhas até Bern (Berna em português), capital da Suiça (muita gente pensa que é Zurique, ledo engano). Lembrando que na Suíça, a moeda é o franco suíço.

Bern é uma cidade muito atraente e charmosa que possui o centro histórico mais bem preservado do país. 

 

 

A cidade foi fundada no final do século 12 pelo Duque de Zähringen e fazia parte do Sacro Império Romano. Foi feita uma cidade imperial livre pelo Sacro Imperador Frederico II em 1218, após Berthold ter morrido sem um herdeiro.

Foi ocupada por tropas francesas em 1798 durante as Guerras Revolucionárias Francesas, e lhe foi tirada uma grande parte do seu território. Só em 1848 a cidade se tornou capital Federal da Suíça.

 

Vista do rio Aare que contorna o centro histórico de Berna

 

 

Berna situa-se numa elevação às margens do rio Aare.

Do alto da cidade, tem-se uma vista espetacular do rio com sua água na cor de um azul esverdeado maravilhoso e, mais além, dos picos dos Alpes.

 

 

 

 

 

 

 

Existem várias teorias quanto à derivação do nome da cidade. Ela pode vir de Brenodor, o nome de um assentamento celta construído no local. No entanto, a história mais popular do nome Bern (do alemão, Bär, quer dizer urso) surgiu quando o Duque de Zähringen voltou de sua primeira caçada pela região trazendo um urso consigo, ainda no período de sua construção. Optou então por chamá-la Berna. Desde então o urso tornou-se o símbolo da cidade.


 

 

Desde 1848 Berna é a capital da Confederação. O importante Bundeshaus (Parlamento), sede do Parlamento Suiço, fica aberto ao público quando está sendo realizada uma sessão. O edifício está localizado no encontro das duas principais praças da cidade: a Bärenplatz e a Bundesplatz. Nessas praças interligadas é realizada a feira da cebola, “Zibelimärit”, que acontece na 4º segunda-feira de novembro, quando tradicionalmente celebra-se a colheita da cebola.

  

O notável design da cidade velha de Berna ganhou um lugar na lista do Patrimônio Mundial da UNESCO. (Foto picswiss.ch)

 

 

As famosas e conservadas arcadas atrás de uma das várias fontes da cidade.

 

O centro histórico de Berna, onde se denomina Cidade Antiga, considerado Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO desde em 1983, é famoso por sua arquitetura medieval, com ruas cobertas de arcos, a mais extensa calçada comercial coberta da Europa – são quase 6 km que compõem esse circuito comercial. 

 

Um dos melhores testemunhos do urbanismo medieval do Continente Europeu, lá se concentra magníficas fontes, cada uma com uma estátua de um personagem histórico ou figura lendária.

 

 

Os edifícios na Cidade Velha, que data de uma variedade de períodos, incluem arcadas do século 15 e fontes do século 16.

A maior parte da cidade medieval foi restaurada no século 18, mas manteve o seu caráter original.

 

 

 

  

Fonte de um Ogro - Kindlifresser

Caminhar pela Cidade Velha é um programa imperdível. Após um incêndio que a destruiu quase por completo em 1405, Berna foi reconstruída com arenito, a pedra da região, que lhe conferiu tons padronizados de verde. É sua marca registrada.

Na região central, há padrões até para as flores. Gerânio vermelho é a única permitida nas janelas.

 

 

Nesses passeios o turista se depara com as seculares fontes d’água que dão um charme e um ar colonial à capital. Uma delas é um tanto quanto estranha, uma fonte que representa o grotesco –  Ogro (Kindlifresser), lembra a figura de um monstro, aparece comendo criancinhas. As outras fontes são menos assustadoras e bastante interessantes também.

 

 

"Gerechtigkeitsgasse", ou "rua da Justiça" em alemão, decorada com dezenas de bandeiras dos cantões suíços.

 

 

O famoso relógio Zytglogge (relógio do tempo)

 

Uma das principais atrações da cidade fica na torre de Zytglogge, torre medieval do marco em Berna, construída no início do século XIII, e serviu como torre de proteção.

É fácil de ser encontrada: poucos minutos antes de bater as horas os turistas já estão atrás da torre, esperando começar o mais antigo espetáculo da cidade.

 

O famoso relógio Zytglogge (relógio do tempo), data de 1530. De hora em hora, diferentes figuras (ursos, um galo e até um bobo da corte) fazem sua aparição dançante e divertem os passantes.

 

 

 

 

 

 

Catedral de Berna - O Juízo Final

 

A Catedral de Berna é a maior e mais importante igreja medieval na Suíça. 

Situa-se na Münstergasse, foi construída no século 15 e é um belo exemplo do gótico tardio. Na porta principal foi esculpido na pedra uma obra prima que representa o Juízo Final.

Vale à pena subir a torre da Catedral de Berna (Berner Münster) onde se tem uma belíssima vista panorâmica da cidade.

A direita da catedral, um pequeno parque dá para o rio Aare, que corre logo abaixo, um lugar encantador, ideal para um piquenique de verão.

 

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 

 

 

OUTROS PASSEIOS – Conhecer o novo fosso dos ursos (o fosso, emblema de Berna, foi transformado num grande parque ursino em 2009), o Grand Cassino, o Museu Paul Klee e o Parque das Rosa (lindo, fica em um dos pontos mais altos da cidade, há mais de 200 tipos de rosas no jardim, além de outras flores)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Dicas e Informações

  

Mapa interativo da cidade – clique aqui

 Ficamos em uma hotel desing super bem localizado, perto do centrinho:  

Hotel Bern

Zeughausgasse, 9

3011 Bern – Suíça

Obs: No hotel tem um ótimo restaurante - Restaurante Kurierstube

  

Hotel Bern

  

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Onde comer

 
Altes Tramdepot (Velho Depósito de Bondes)
Grosser Muristalden, 6 CH–3006 Bern
Reservas:(031) 368 1415

 No Altes Tramdepot é assim: o Aare, os ursos e um restaurante avarandado com boa comida onde se aprecia boas cervejas feitas por eles, e que, além de tudo isso, tem vista privilegiada para a Cidade Velha. Os preços são bons e o ideal é ir na hora do almoço. O edifício, construído em 1889, já fora utilizado como depósito de bondes, como garagem e como depósito de elementos cenográficos do teatro de Berna. O restaurante foi inaugurado em 1998 com capacidade para até 400 pessoas. A varanda e o jardim (Beer Garden) acomodam os lugares mais disputados do Altes Tramdepot, com uma vista fantástica da Cidade Velha do outro lado do rio, tal qual uma cidade de conto de fadas

A principal atração em seu interior é a charmosa micro-cervejaria situada já na entrada do restaurante. De maneira artesanal, fazem vários tipos de cerveja, pelo menos duas vezes por semana, para os turistas e habitués

 

Kornhaus Keller
Kornhausplatz, 18 – 3000 Bern 7
Reservas:(031) 327 7272

 Cozinha italiana de regiões específicas “arcaicamente simples” e cozinha tradicional bernense dominam o cardápio.

Em alemão, Kornhaus significa casa de grão, de cereal. Keller significa porão. O edifício foi construído entre 1711 e 1718. O estilo é conhecido em Berna como Alto Barroco Bernense. O gigante porão já foi mercado de grãos, centro de venda de vinhos em barris, depósito e taberna. Fica no centro velho, perto dos pontos turísticos – A dica é passar a tarde na Cidade Velha, ir à Torre do Relógio e jantar à luz de velas no Kornhaus Keller, tudo à pé.

 

 

Esse foram os restaurantes que fomos e adoramos, mais dicas para restaurante – Turismo gastronômico em Berna, na Suiça

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhe este Post

Outras pessoas também podem se interessar por isto.

  • Delicious
  • Digg
  • Newsvine
  • RSS
  • StumbleUpon
  • Technorati
  • Twitter

Posts Relacionados

Você também poderá gostar disso...

Comentários

Sua opnião é importante para nós!

Não há comentários sobre esta entrada.